Archive for Outubro, 2008

Manuela Azevedo adere à Eficiência Energética

Outubro 15, 2008

É a voz dos Clã, referência incontornável da música portuguesa, com cinco álbuns de originais editados, um CD duplo ao vivo e vários prémios acumulados ao longo de 12 anos de carreira.

Falamos de Manuela Azevedo, licenciada em Direito pela Universidade de Coimbra, pianista, mas principalmente conhecida do grande público por dar voz a temas como “Sopro do Coração”, “Dançar na Corda Bamba” ou “Tira a Teima”, este último do mais recente álbum, editado em Outubro de 2007.

Com excepção do aparelho de música, que é muito usado lá em casa, Manuela Azevedo diz ter hábitos conscientes no que toca ao consumo de energia. Tanto mais que até já investiu em eficiência energética e nas energias renováveis. E acredita que os pequenos gestos podem ajudar a salvar o planeta.

Veja a Entrevista completa aqui ou em www.tvenergia.tv

[blip.tv ?posts_id=1235253&dest=-1]

Anúncios

Ideias simples podem mudar o Mundo: Lâmpadas de baixo consumo

Outubro 3, 2008

Substituir lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas… Já o fez em sua casa? Sabia que as lâmpadas de baixo consumo, vulgarmente conhecidas por lâmpadas economizadoras, são dos investimentos em eficiência energética que induzem maiores poupanças anuais por cada euro investido.

Estas lâmpadas chegam a consumir 5 vezes menos energia do que as incandescentes, e apresentam ainda uma maior durabilidade, já que têm uma esperança de vida de cerca de 10 mil horas, contra as 1000 horas das lâmpadas incandescentes.

Como se não bastasse, o uso destes dispositivos de iluminação permite reduzir a emissão de CO2.

Por exemplo, uma casa equipada com lâmpadas incandescentes consome 216 kWh por ano e emite 108 kg de CO2, enquanto uma habitação eficiente consome 43,2 kWh por ano, emitindo, apenas, 21,6 kg de gases com efeito de estufa.

Quer mais conselhos eficientes?…

* Sempre que possível, aproveite a luz natural.

* Não se esqueça de desligar a luz quando esta não é necessária.

* Pinte as paredes e os tectos com cores claras.

* Evite ainda os abajures muito opacos, já que obrigam a uma utilização desnecessária de lâmpadas mais potentes.

* Evite iluminação indirecta ou decorativa.

* Para terminar, utilize sensores de movimento nos espaços de circulação, como escadas, corredores ou WC.

Agora, já sabe, privilegie sempre a iluminação natural e as soluções de iluminação baseadas em lâmpadas fluorescentes, sejam as clássicas de tubos, sejam as compactas. E não se esqueça, uma lâmpada de baixo consumo de 20W proporciona a mesma luz de uma lâmpada convencional de 100W. Além disso, no final de um ano poderá poupar cerca de 19 euros. E o investimento é recuperado em menos de 1 ano.

[blip.tv ?posts_id=1228467&dest=-1]