Archive for Março, 2010

PME podem poupar 136 milhões por ano com eficiência energética

Março 31, 2010

As pequenas e médias empresas (PME) do sector industrial em Portugal podem poupar até 136 milhões de euros por ano com uma utilização mais eficiente da energia, revela um estudo realizado pelo Grupo Gas Natural-Union Fenosa.

As PME mais eficientes encontram-se no distrito de Faro, (cerca de 4,4 pontos em 10), e Bragança é o distrito que maior subida regista (+1,5 pontos), com 4,3 pontos.
Já no sector residencial, indica o documento, uma utilização mais eficiente da energia permitiria uma poupança de 169 milhões de euros por ano, o equivalente a iluminar 678 000 lares portugueses durante um ano. O desperdício de energia consumida é na ordem dos 9,5 por cento. As residências mais eficientes pertencem ao distrito de Beja (6,3 pontos de média), e as menos eficientes estão em Vila Real (com um valor de 5,9).
«Com a adopção de melhores hábitos, os portugueses podem evitar a emissão de quase 653 mil toneladas de dióxido de carbono, o mesmo que absorveriam 6,5 milhões de árvores», acrescenta ainda o relatório.
iPod e iPhone broadcast: tvenergia.blip.tv/rss/itunes

Veja a Entrevista completa aqui ou em http://www.tvenergia.tv

[blip.tv ?posts_id=3447202&dest=-1]
Anúncios

Alterações Climáticas: o Desafio Após Copenhaga

Março 26, 2010

No próximo dia 29 de Março realiza-se em Serralves a conferência Alterações Climáticas: o Desafio Após Copenhaga, com o alto patrocínio do Presidente da República. Esta conferência é uma organização da COGEN Portugal e da APGEI, em parceria com Serralves.

A Conferência de Copenhaga, realizada em Dezembro de 2009, perspectivava-se como um dos encontros mais importantes da história sobre o meio ambiente e as alterações climáticas. O acordo a assinar, resultante de um processo negocial conduzido pelas Nações Unidas, daria sequência ao Protocolo de Quioto de 1997 e deveria ter como objectivo estabelecer metas para a redução de emissões e o nível de comprometimento dos diversos países até 2020. A União Europeia teve um papel primordial e de liderança na preparação de propostas. Os resultados ficaram, porém, longe do pretendido. O Acordo de Copenhaga limitou-se a um documento vago e não vinculativo, preparado pelos Estados Unidos da América, China, Índia, Brasil e África do Sul. A ONU e a UE foram marginalizadas bem como os países mais pobres, potencialmente mais afectados pelas alterações climáticas.

É um facto indesmentível que o clima está a alterar-se, com impactos significativos na vida de todos nós. De acordo com o Painel Intergovernamental das Alterações Climáticas (IPCC) da ONU e com as projecções dos cientistas, é necessário reduzir as emissões de dióxido de carbono entre 25 e 40% relativamente aos níveis de 1990 e desenvolver até 2050 uma economia com baixas emissões de gases com efeito estufa, para evitar uma catástrofe climática decorrente do aquecimento global.

O desafio é enorme e é necessário restabelecer a credibilidade perdida em Copenhaga. A COGEN Portugal, a APGEI e Serralves partilham estas preocupações e querem aproveitar esta oportunidade para dar a conhecer o que motiva alguns dos principais intervenientes no processo e como chegar a um acordo da maior importância para o futuro da humanidade.

Serão oradores nesta conferência Humberto Rosa (Secretário de Estado do Ambiente), Teresa Ribera (Secretária de Estado espanhola para as Alterações Climáticas), Keith Curtis (Assessor na área da Energia do Gabinete de Operações Internacionais do Departamento de Comércio dos EUA), Daniel Bessa (Director-Geral da COTEC Portugal), entre outros. As conclusões estarão a cargo de Jorge Borrego (Presidente da COGEN Portugal). As sessões de abertura e encerramento serão da responsabilidade de Rui Guimarães (Presidente da APGEI) e de Luís Braga da Cruz (presidente da Fundação de Serralves), respectivamente.

DVD da TV Energia

Março 4, 2010

Ao longo dos últimos meses a TV Energia produziu vários programas de televisão que estão disponíveis em:

http://www.tvenergia.tv/
https://tvenergia.wordpress.com/
http://videos.sapo.pt/tvenergia

Os programas da TV ENERGIA foram também compilados num número limitado de DVDs para distribuição gratuita junto das escolas e outras instituições que se mostrem interessadas em utilizar este material para aulas, trabalhos e actividades relacionadas com as temáticas da eficiência energética, das energias renováveis, e do desenvolvimento sustentável.

Este DVD pode ser solicitado, até ao dia 12 de Março de 2010, através da TOOLS TO CHANGE, a produtora da TV ENERGIA, enviando um email para mariacosta@toolstochange.net com o contacto e morada.

Seja Eficiente, Poupe Energia!

Balanço do 1º ano de emissões da TV Energia

Março 3, 2010

Um ano e 70 mil visitas depois, é chegada a hora de se fazer o balanço da actividade da primeira WEB-TV portuguesa sobre energia sustentável.

A TV ENERGIA nasceu de uma medida do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo 2008/2009, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos. No primeiro ano de emissões regulares, a plataforma de Internet da TV ENERGIA (www.tvenergia.tv) e os canais associados (SAPO Vídeos, Facebook e YouTube) registaram 70 mil visitas. Durante este período, a TV ENERGIA contou com a participação de mais de 250 intervenientes, na sua maioria decisores políticos, gestores de empresas, profissionais da área de energia, promotores de projectos de eficiência energética e cidadãos.

Mas o projecto não termina. Vai continuar, renovado. Um novo site, com nova imagem e muito maior interactividade está prometido para breve. Além das reportagens, notícias e vídeos relacionados com os temas da energia sustentável e das alterações climáticas, a TV Energia vai passar a contar com a colaboração de especialistas, que assinarão textos de opinião e que, por sua vez, poderão ser comentados pelos cibernautas.

Para além da internet, a TV ENERGIA está também presente na rádio, com um programa diário na Rádio Nova.

Mas há mais novidades. Em breve, a TV ENERGIA irá dar início a uma aventura na televisão generalista, com um magazine semanal a transmitir num canal bem perto de si. Fique atento!

Seja eficiente, poupe energia!